22
ago

Remédio para dor de VUCA

Eu não sei você, mas já perdi a conta…. Revolução industrial 4.0, 5.0…Inteligência artificial 3.0, 4.0, 5.0… e por aí vai. É tanto conceito, que a gente fica um pouco VUCA (volátil, incerto, complexo e ambíguo). Aliás, muita gente usa este termo como sinônimo de incerteza de uma realidade atual que não se entende muito bem.

A linguagem é a base da sociedade. Quando muda a linguagem muda a sociedade.

A humanidade já passou por outras mudanças. Passamos da linguagem oral para a escrita. Depois, passamos da escrita para a escrita impressa. E agora passamos da escrita para o digital. E toda vez que isto acontece, a mudança é tão disruptiva, que afeta o poder, a política e a religião – cai o rei, acaba a escravidão, se muda a forma de fazer negócios e por aí vai.

Com o surgimento da internet, e consequentemente de novas mídias, a forma de se comunicar entre as pessoas mudou. Todo mundo ganha mais acesso a informação que antes estava restrita. Como você já ouviu, conhecimento é poder – então, se muda a forma de administração e de organização dos processos e das pessoas.

No mundo dos negócios, a consequência imediata é o empoderamento do consumidor. O nível de exposição nas mídias sociais é enorme, gerando uma pressão absurda por medo de algum arranhão na reputação pelas empresas. A web possibilitou uma nova geração de clientes muito mais ativos, que inclusive define a qualidade do atendimento que está sendo oferecido ao próprio cliente. A reputação do serviço é medida através da nova linguagem digital (cliques, estrelas, comentários, likes e etc).

Esta não é a primeira transformação digital que vive a humanidade

E aí que começa a surgir a grande confusão desta revolução de mídias que estamos vivendo atualmente – a digital. Sem internet, realidade virtual, inteligência artificial ou robótica, não seria possível vermos o mundo mudar. No entanto, a tecnologia é o meio pelo qual ocorre a transformação e não o fim! Consequentemente, temos uma nova capacidade aumentada de administração dos processos e a gestão e comando das pessoas na sociedade, e consequentemente dos negócios e das empresas.

Certeza provisória

Então, surge a angústia e a depressão pela falta de entendimento da realidade atual e de uma certeza pouco razoável para cenários futuros que não apontam para onde seguiremos. Na era digital se consegue resolver algo que era impossível anteriormente: conseguir qualidade na quantidade e quantidade com qualidade. O que é exponencial, portanto, não são novas tecnologias, mas a forma gestão e controle, mais compatível com a forma de pensar e agir da nova geração.

Veja por exemplo sucessos recentes de negócios digitais: Uber, Airbnb e Mercado Livre. Os negócios são todos disruptivos! Não dá para comparar com nada do que veio anteriormente! Não temos gestor de treinamento, gestor de qualidade ou gestor de equipe para quem hospeda via Airbnb. 

Enfim, a forma de se comunicar nesta era digital modifica de uma maneira nova a dinâmica das relações interpessoais e nos negócios. Agora que ficou mais claro o que está acontecendo…Conclusão: a dor de VUCA some!